Convênios

Lista de convênios firmados pela a entidade.

Convênio: 761150
Principais informações

Vigência: 17/07/2017

Data da publicação: 02/01/2012

Data da celebração: 23/09/2011

Conta bancaria: 196534

Informações do objeto

Concessão de financiamento para recuperação de imóveis privados situados na área tombada (tombada de atuação do PAC - Cidades Históricas) no município de Viçosa do Ceará, contribuindo para a melhoria das condições de uso e de bahitabilidade do bem objeto da intervenção.

CONTRAPARTIDA
R$ 40.000,00
TRANSFERÊNCIA
R$ 960.000,00
PACTUADA
R$ 1.000.000,00
Informações do concedente

Concedente: INSTITUTO DO PATRIMONIO HIST. E ART. NACIONAL

Responsável: JOSE RAMIRO TELES BESERRA

Informações do convenente

Convenente: MUNICIPIO DE VICOSA DO CEARA/PREFEITURA MUNICIPAL

Responsável: DIVALDO CARNEIRO SOARES

Sem informações até o momento

O Financiamento para Recuperação de Imóveis Privados é uma ação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan – que oferece recursos a título de empréstimo a pessoas físicas e jurídicas para recuperação de imóveis privados situados em áreas sob proteção federal. Desta forma o Iphan contribui para a preservação do patrimônio cultural brasileiro e para o desenvolvimento social das populações daquelas áreas. A recuperação busca a adequação de imóveis de diversos usos ao seu propósito, resguardando, ao mesmo tempo, a integridade e os valores expressos nos processos de tombamento. O financiamento tem por objetivo ser um dos instrumentos para enfrentar o processo de degradação de estruturas urbanas e edificações que muitas cidades enfrentam. Os problemas encontrados incluem condições precárias do ponto de vista construtivo e de habilidade, falta de conservação e manutenção e a completa desocupação de imóveis, que podem decorrer no esvaziamento desses centros históricos e comprometer a qualidade de vida da população residente nestas áreas. A recuperação de imóveis privados faz parte de uma estratégia ampla de gestão e de intervenção urbana, buscando garantir maior qualidade aos espaços de que a população usufrui, considerando que a propriedade privada representa cerca de 75% da situação de titularidade dos imóveis urbanos. Para tanto, sua implementação deve está articulada 4e integrada a outras ações que compõem as múltiplas dimensões de processo de gestão e intervenção urbana. Nesse sentido, a ação de financiamento é uma das linhas do PAC – Cidades Históricas. O PAC – Cidades Históricas, coordenado pelo Iphan, consiste em uma ação interministerial, articulada com a sociedade civil para preservação do patrimônio nacional, valorização da cultura e promoção do desenvolvimento econômico e social, com sustentabilidade e melhoria da qualidade de vida das pessoas. Lançado em outubro de 2009, o Programa está, da mesma forma, pautado na articulação entre diferentes esferas de governo (federal, estadual e municipal), mobilizados para a construção do Sistema Nacional do Patrimônio Cultural, e destes com a sociedade civil, que elaboram, conjuntamente, os Planos de Ação das Cidades Históricas. Alguns Municípios ainda estão elaborando seus Planos de Ação, e outros futuramente poderão participar do Programa, manifestando interesse em implementar a ação de financiamento. Cabe aqui ainda destacar a parceria com o Banco do Nordeste, desde o acordo firmado para consecução do PAC – Cidades Históricas, a assinatura de contrato de prestação de serviços para a ação de financiamento, até o desenvolvimento da operação financeira para as cidades da região Nordeste, reforçando um dos objetivos comuns às duas instituições: o desenvolvimento social e econômico de nosso país, entendendo o patrimônio cultural brasileiro como fator fundamental de tal desenvolvimento.
   
   
Voltar    

Qual o seu nível de satisfação com essa informação?


Muito insatisfeito

Um pouco insatisfeito

Neutro

Um pouco satisfeito

Muito satisfeito